TRE pode realizar eleição suplementar para senador em MT
Fonte: Edesio Adorno
Publicado em 14/11/2018 ás 19:02:55

Um dos eleitos para o senado da República pode não ser diplomado e nem tomar posse do mandato de senador.

Caso essa hipótese se confirme, os juízes do Tribunal Regional Eleitoral devem convocar eleição suplementar para escolher outro representante de MT no Senado da República.

Se você, que lê este artigo, pensa que a guilhotina da justiça eleitoral pode decepar as esperanças de Selma Arruda de exercer o mandato a ela conferido por quase 700 mil eleitores, pode tirar o cavalo da chuva.

O senador em apuros mora em Várzea Grande e se chama Jayme Campos. Ele, sim, está com a corda no pescoço!

Durante a campanha eleitoral, no início de setembro, a Polícia Federal realizou diligências no Comitê de Jayme Campos (DEM). Os agentes também interrogaram vereadores, candidatos proporcionais, lideranças partidárias e recolheram documentos em diversos ambientes.

O farto acervo probatório deve servir de base para o Ministério Público Eleitoral impugnar a diplomação e a posse do senador eleito, Jayme Campos, segundo apurou este blog junto a uma fonte com trânsito na justiça eleitoral.

Jayme Campos é suspeito de fazer uso de dinheiro em espécie, não contabilizado, para compra de apoio político, o que a toda evidencia caracterizaria o crime de Caixa Dois.

Hoje nosso sistema registrou

181

Visitas
Se você é um de nossos fiéis ouvintes
Clique aqui para registrar sua visita.
© 2014 - Rádio Vida Nova FM - 87.9
Site Desenvolvido e Hospedado por: