BOA TARDE! - Hora Certa 18:30 - em CANARANA - MT

Hoje - 26 de Fevereiro de 2021


Locutor
TERRA SERTANEJA
VALDIR FERRAZ
PEÇA SUA MÚSICA

Ou participe pelas principais redes sociais.

  • Facebook
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Instagram
Loading...


Seguro rural salvou negócio de pecuarista em Santa Terezinha

Associado do Sicredi perdeu 28 cabeças de gado após um raio atingir a propriedade; graças ao seguro, recebeu indenização e conseguiu repor os animais

Fonte: Igor Augusto Elsenbach Assistente de Comunicação Comunicação e Marketing | 22/02/2021 as 16:38

Pecuarista desde os 10 anos de idade, Nelsimar Gomes de Souza, hoje com 43, tem um pequeno rebanho de vacas para cria em uma propriedade no assentamento Presidente, no município de Santa Terezinha (MT). É desta atividade que tira o seu sustento e da família, que inclui o filho e a mãe, que o ajuda na lida do dia a dia. Os dias estavam seguindo normalmente até a virada do ano, quando numa determinada manhã, um funcionário do sítio foi dar uma volta para observar o gado e se deparou com 28 animais mortos, em consequência de um raio que havia caído na última chuva.

O susto foi grande, já que a maioria do gado que morreu era formada por fêmeas, o principal negócio de Nelsimar. Algumas tinham mais de 36 meses, em pleno período de produtivo, e até prenhas. Bezerros e alguns machos também foram perdidos. “Foi horrível! Pelos cálculos feitos pelo veterinário na ocasião, o prejuízo seria expressivo”, disse o pecuarista. A situação só não teve um desfecho negativo porque cerca de um mês antes, o pecuarista havia contratado, junto à cooperativa Sicredi Araxingu, o seguro rural.

“O seguro nos salvou. Juntamos todos os documentos necessários. Foi comprovado que os animais morreram em decorrência de um raio, que caiu numa árvore próxima. Levamos à cooperativa, que acionou o seguro e um tempo depois recebi a indenização, no valor de R$ 86 mil”, conta o pecuarista, feliz por ter condições de repor o rebanho, amparado pelo seguro.

Com o dinheiro que recebeu, já investiu uma parte na compra de vacas e está pesquisando as melhores ofertas para fazer novas aquisições. “Dois anos atrás aconteceu a mesma coisa. Um raio caiu no pasto e matou 14 cabeças. Foi um prejuízo considerável”, relembra, agora com menos pesar diante do ressarcimento recebido no incidente mais recente.

É para evitar situações como esta que o Sicredi disponibiliza aos seus associados produtos e serviços que apoiam e protegem os seus negócios. A instituição financeira cooperativa atua para oferecer mais que crédito. Trabalha para que as atividades dos seus associados – independentemente do segmento – prosperem, gerem emprego e renda. “Com o seguro rural, o pecuarista pode repor o gado perdido e retomar a atividade, sem grandes preocupações. Ter o seguro é se proteger contra imprevistos e ter mais tranquilidade. E a apólice é elaborada conforme a necessidade do associado”, afirma o gerente Regional de Desenvolvimento de Negócios da cooperativa Sicredi Araxingu, Diego Neves da Silva.]

Saiba mais

O seguro, como o próprio nome diz, traz mais segurança e tranquilidade ao produtor rural, diante de um evento que pode comprometer a produção, em parte ou totalmente. No Sicredi, os produtores podem contratar o seguro em duas modalidades: rural e agrícola. O seguro rural cobre benfeitorias, máquinas e equipamentos do segurado. Já o seguro agrícola cobre a lavoura e o rebanho do segurado e é destinado à cobertura de perdas na atividade, decorrentes de fenômenos climáticos.

O seguro rural (patrimônio) pode ser contratado quando o produtor compra uma máquina agrícola, por exemplo, ou quando melhorou a infraestrutura da propriedade, como na construção de um curral com tecnologias para otimizar a produção.

MAIS NOTÍCIAS

Total de acessos hoje 26/02/2021


( 23560 )

© 2021 - Vida Nova FM 87.9 |
CANARANA - MT | Todos Direitos Reservados