BOA NOITE! - Hora Certa 03:48 - em CANARANA - MT

Hoje - 24 de Junho de 2021


Locutor
Musical Segunda a Sábado
AUTOMÁTICO
PEÇA SUA MÚSICA

Ou participe pelas principais redes sociais.

  • Facebook
  • Whatsapp
  • Whatsapp
  • Instagram
Loading...


Preço do gás de cozinha subiu cinco vezes mais que a inflação e complica o orçamento das famílias

Fonte: Jurandir Antonio/Sapicuá News | 07/06/2021 as 08:41

Foto: Reproduação/Internet


Essencial nas residências, o gás de cozinha pesou ainda mais no bolso das famílias pobres neste período de pandemia.

Desde maio do ano passado, o preço do botijão subiu cinco vezes mais do que a inflação.

Com o desemprego batendo à porta, o custo do gás virou um problema social, a ponto de merecer políticas públicas emergenciais dos governos do Ceará e do Maranhão.

O preço do botijão disparou no segundo semestre do ano passado. O pior momento, no entanto, foi neste ano.

Segundo o IPC-S, indicador de inflação do Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas, utilizado em reajustes salariais e de aluguel, o preço subiu 11,45% de janeiro a abril e 17,25% nos 12 meses iniciado em maio de 2020, enquanto a inflação foi de 3,5%.

"O GLP é o principal energético usado no preparo de alimentos por famílias de baixa renda.

É o gás que entra em comunidades do Brasil todo. Algo que sobe mais que a média do salário exige muito esforço das famílias. Ficar sem gás é ficar sem comida", afirmou André Braz, coordenador adjunto do Índice de Preço ao Consumidor da Fundação Getúlio Vargas.

O economista acredita que o encarecimento do produto vai aparecer na próxima Pesquisa de Orçamentos Familiares, do IBGE.

A última pesquisa, realizada em 2018, registrou que a média dos brasileiros gasta 1% do orçamento com o gás de cozinha. Já o aluguel pesa 3,6% no orçamento.

MAIS NOTÍCIAS

Total de acessos hoje 24/06/2021


( 714 )

© 2021 - Vida Nova FM 87.9 |
CANARANA - MT | Todos Direitos Reservados